AGK CORRETORA DE CÂMBIO

Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

1. AGK CORRETORA DE CÂMBIO S.A. É A PRIMEIRA CORRETORA NO BRASIL A RENOVAR O SELO DE CONFORMIDADE ABRACAM (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CÂMBIO) NO SEGUNDO CICLO DE AUDITORIA. – por Juliana Meirelles Andrade. 

Quando seu propósito profissional se alinha com o propósito da empresa em que trabalha, você acaba tornando um trabalho mais exigente em algo prazeroso, que faz com que você se dedique 100% em busca de resultados concretos.

Desde o início de minha carreira sempre busquei produzir da melhor forma, buscando alternativas que trouxessem resultados expressivos para a empresa e que, por consequência, fizessem com que a modernização e crescimento andassem juntos, de forma a facilitar o trabalho do ecossistema da empresa como um todo, já que a cultura tradicional de uma empresa com quase 30 anos é algo tão intrínseco que existe a necessidade de se quebrar alguns paradigmas diariamente.

A AGK Corretora de Câmbio S.A, é uma instituição autorizada pelo Banco Central do Brasil a atuar no mercado de câmbio há mais de 28 anos e, no ciclo de 2022, é a primeira Corretora de Câmbio a renovar o Selo de Conformidade concedido pela Associação Brasileira de Câmbio (Abracam). Foi a segunda conquista pelo segundo ano consecutivo e, através dela, a AGK Corretora mostra sua solidez, segurança e qualidade em seus serviços junto ao órgão regulador, a seus clientes, funcionários e parceiros.

A AGK Corretora de Câmbio S.A, opera em todo o Brasil e tem forte atuação nos estados de São Paulo, Paraná e Distrito Federal. Seus escritórios estão situados nas cidades de São Paulo, Santos, Bragança Paulista, Sorocaba, Maringá, Curitiba, Foz do Iguaçu e Brasília, além de, através de suas parcerias estratégicas, estar presente em outros diversos pontos do país, levando através delas, toda a sua expertise em câmbio e consultoria técnica em Comércio Exterior.

Liderar uma equipe tão experiente no mercado de Câmbio, acabou por me ensinar e agregar muito mais valor aos meus conhecimentos. São pessoas com muitos anos a mais de mercado do que eu, mas que estavam sempre dispostos a trocar conhecimento, tornando essa experiência ainda mais rica em termos de aprendizado para todos nós. 

Acredito que ao liderar um grande projeto como esse desde o primeiro ano, em 2020, passei a entender um pouco melhor sobre as características dos profissionais envolvidos e o funcionamento da empresa, buscando potencializar o melhor de cada um deles. São profissionais extremamente experientes de diferentes gerações, mas todos com um ponto em comum: o senso de estarmos todos open minds em relação à necessidades de adaptação que surgissem pelo caminho. 

De qualquer forma, quando você entende a expectativa do outro dentro dessas novas necessidades para a execução de um trabalho de qualidade, você passa a buscar ferramentas melhores para que esse trabalho seja otimizado, finalizado e, que, por fim, obtenhamos o sucesso pretendido. 

2. Dicas para o sucesso de um projeto de Certificação de Conformidade:

  1. Atenção aos prazos: é imprescindível que se tenha atenção aos prazos exigidos pela empresa que está realizando as análises. Trabalhar com uma “folga” dentro do prazo de entrega é o ideal, porque caso haja algum problema, ainda haverá tempo de corrigi-lo;  
  2. Observe bem o potencial de sua equipe e extraia o melhor de cada um dentro do processo; 
  3. Revise todos os manuais de procedimentos, políticas, atas e prazos de vencimentos, atualize tudo o que for necessário antes do projeto começar, assim, pode-se evitar erros e prazos curtos para demandas que surgirem; 
  4. Observe atentamente as maiores dificuldades ao decorrer do processo: procure aprender, ajustá-las e solucioná-las de forma rápida; 
  5. Aproveite o relatório encaminhado pela empresa avaliadora para rever todas as sugestões, elaborar um plano estratégico para corrigir as deficiências e seguir em frente com aquilo o que está correto. Essa é uma boa forma de entender como a empresa funciona como um todo e trabalhar um planejamento para melhoria contínua a médio/longo prazo.

O primeiro ano do Selo foi uma surpresa. Não sabíamos o que exatamente seria exigido, nem as formas de avaliação. Acredito que todas as instituições tiveram um pouco de receio, já que o processo do Selo foi anunciado pela Abracam e o próprio órgão regulador, mas, o mais importante, foi o amadurecimento que a adesão do mercado trouxe, fazendo com que o mercado de câmbio saísse da zona marginalizada em que se encontrava antigamente no Brasil. Agora, as instituições que operam com câmbio, puderam provar por A+B que são sim, capacitadas, em conformidade e que realizam seu trabalho com excelência, trazendo a segurança necessária que os clientes demandam, sejam eles pessoas físicas, ou pessoas jurídicas. 

O mais importante durante esse processo foi uma análise minuciosa sobre os procedimentos desde o onboarding do cliente, até o fechamento de Câmbio, que deve, de fato, estar alinhado com a Circular BCB 3.978/2020, que trata sobre PLD/FT (Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Financiamento ao Terrorismo). 

Hoje, podemos dizer que o mercado brasileiro de câmbio é um dos mais consolidados no mundo, com grande investimento em tecnologia e compliance, em vista a atender todas as grandes mudanças pelas quais está passando, principalmente em relação à Nova Leite Câmbio, n° 14.286, que entrará em vigor a partir de 30/12/2022. De fato, hoje está mais do que certo de que o Selo de Conformidade é uma realidade que trouxe isonomia e mais segurança ao segmento como um todo. As instituições devem garantir uma nota mínima 9,0 na avaliação ao final do processo de auditoria em todos os requisitos determinados já em contrato. A avaliação é realizada através de testes, amostragens, entrevistas e reuniões de feedback para entendimento dos processos, já que cada instituição possui suas peculiaridades e características.  Como prática base em comum, todas devem respeitar a regulação da

3. Circular do Banco Central do Brasil 3.978/2020, práticas essas que são realizadas por instituições financeiras em todo o mundo.
Um pouco mais sobre a concretização do Selo Abracam:
“O Selo ABRACAM de Conformidade foi concebido pela Associação Brasileira de Câmbio com a missão de uniformizar as melhores práticas e procedimentos aplicados pelos agentes atuantes no mercado cambial, possibilitando assim maior transparência, robustez e economia para as instituições e seus clientes. Contando com a expertise adquirida ao longo de mais de 20 anos de atuação nesse cenário, a ABRACAM buscou identificar e mitigar os maiores riscos e deficiências do segmento, propiciando um ambiente mais competitivo e leal à todos os participantes do mercado e à sociedade.

4. A Circular nº 3.978/2020 do Banco Central do Brasil foi referência fundamental na construção do Selo, de forma a assegurar o integral alinhamento às novas diretrizes. O instrumento busca um tratamento isonômico aos autorizados, em que se permite uma identificação mais fácil, precisa e menos onerosa das estruturas de controles existentes.

A relevância da atualização normativa para a prevenção aos crimes de lavagem de dinheiro é tamanha que se buscou conciliar o lançamento do Selo com a entrada em vigor da Circular, criando assim um marco para o combate a essa prática nociva à economia brasileira.

  • Alinhamento integral à Circular BCB nº 3.978/2020;
  • Estímulo à adoção de boas práticas nacionais e internacionais na prevenção aos crimes de lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo;
  • Robustez dos controles e procedimentos aplicados;
  • Assessoramento para que as instituições estejam aderentes às normas;
  • Economia na evidenciação e verificação de práticas e procedimentos aos órgãos fiscalizadores, parceiros comerciais e cliente”

A Criação do Selo foi em 2020 e, desde então, passou a ter validade de um ano, devendo ser renovado próximo à data de expiração. No primeiro ano, foi auditado pela Mazars e agora em 2022, passou a ser auditado pela Ernst & Young.

A renovação deste Selo é de extrema relevância para o mercado financeiro, principalmente em um ano em que estamos nos preparando para o início da vigência da Lei Cambial 14.286, que trará mudanças significativas. Esta conquista mostra o quanto a AGK Corretora de Câmbio S.A está se adaptando em conformidade de forma sólida, mantendo a qualidade dos seus serviços, a tradição, unidos a um processo de modernização constante. Sabemos que os processos de auditoria são minuciosos, mas temos uma equipe extremamente capacitada que se dedicou integralmente, resultando na conquista da renovação. Além disso, ter um feedback de uma empresa como a Ernst & Young é um grande passo para a melhoria contínua junto a Abracam e ao mercado como um todo.

“A renovação do Selo ABRACAM de Conformidade nesse 2º Ciclo de Auditoria demonstra o engajamento na evolução do mercado de câmbio e o amadurecimento do nosso segmento e de suas instituições. Em nome da ABRACAM, parabenizo a AGK Corretora de Câmbio e toda a equipe que se empenhou para viabilizar essa conquista” – ressalta Kelly Gallego Massaro, Presidente Executiva da ABRACAM.  

 

Enjoy this article? Enjoy more topics like this and join us at The CrossTech World 2022 Conference.

Click here to get your tickets!